25 de abr de 2011

O inverno está chegando,é hora de tomar a vacina.

Lucio Sassi /                                                                                                             

Desta segunda-feira, 25 de abril, até 13 de maio, é possível procurar o posto de saúde mais próximo de sua casa para se vacinar contra a gripe. Neste ano, serão imunizadas gratuitamente pessoas a partir de 60 anos, indígenas, crianças de seis meses a dois anos e gestantes. Caso você não esteja em um desses perfis e deseje tomar a dose, há a opção de procurar clínicas particulares de vacinação, que cobram entre R$ 48 e R$ 70.
A CAMPANHA
 A vacinação da gripe foi implantada como sistema de saúde pública no Brasil em 1999. Primeiro foi chamada de vacinação do idoso, depois passou a ser chamada vacinação para acima de 60 anos. Desde então, utilizava-se a vacina sazonal trivalente.                           
 A exceção foi em 2010 quando, além da campanha de imunização anual com a vacina trivalente, foi realizada uma campanha específica para combater o vírus pandêmico da gripe A H1N1 e evitar uma segunda onda da doença.
ONDE SE VACINAR
 Gratuitamente, em postos de saúde de todo o Estado. Mediante ao pagamento em clínicas particulares, com preços que variam entre R$ 48 e R$ 70.
CONTRAINDICAÇÕES
 O ideal é que a vacina não seja aplicada durante período de febre, já que a dose pode provocar aumento da temperatura e isso poderá confundir os sintomas. A produção da vacina é feita em ovos embrionados, por isso, pessoas alérgicas à ingestão de ovo não devem tomá-la.
EFEITOS COLATERAIS
 Nenhuma vacina é 100% livre de algum tipo de reação. Pode ocorrer reações locais, como inchaço e dor.
Não é improvável que se desenvolva febre, dor no corpo e nos músculos, que são sinais de o corpo estar reagindo à entrada de um sinal que impulsiona a produção de anticorpos.
 O vírus contido na vacina é inativado (morto) e de forma fragmentada. Não tem possibilidade da vacina provocar a doença.
 Qualquer uma dessas reações devem passar em dois dias.



fonte:zero hora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário